A multinacional General Electric – GE, fundada em 1878 por Thomas Edison, chegou ao Brasil praticamente 40 anos depois, em 1919. Consolidou-se como uma das maiores companhias do mercado, promovendo transformações na indústria e estando sempre à frente com soluções digitais. Na América Latina, a empresa atua nos segmentos de energia, mineração, petróleo e gás, tecnologias de água e processos, aviação, transporte e saúde.

Para apoiar todos os negócios a nível global, a GE possui uma divisão chamada Global Operations (GO) e, dentro dessa estrutura, encontram-se os Centros de Serviços Compartilhados.

Os CSCs da GE somam cerca de 2.000 funcionários, sendo que em média 65-70% estão concentrados no Centro de Monterrey. Essa porcentagem já era almejada pela empresa, pois pesquisas de benchmarking globais realizadas pela GE constataram que é necessário ter no mínimo 60% de centralização para tornar-se viável o funcionamento de um CSC, com o propósito de desenvolver sinergias e padronização.

Rodrigo e Amauri definem o escopo dos Centros de Serviços Compartilhados da GE como multifuncionais, multibusiness e multiculturais.

Continue lendo a entrevista na Edição 61 da Shared Services News!